Women Game Jam: chama as minas para criar jogos em 10 cidades brasileiras

Texto por: Isadora Marques

O evento de desenvolvimento de jogos é focado no público feminino, trans e não binário, a 3ª edição ocorre em São Paulo e mais 9 cidades brasileiras e 5 cidades da América Latina simultaneamente nos dias 13, 14 e 15 de setembro.

A proposta do evento é unir e trazer visibilidade ás mulheres e pessoas não-binárias que fazem parte do mercado de desenvolvimento de jogos, ou estão pensando em ingressar na área. É aberto a qualquer uma a partir dos 15 anos e a inscrição custa somente R$5,00 e deve ser feita até o dia do evento (13/09). Caso não tenha alguma experiência com programação, não tem problema, a maratona é aberta para todos os níveis de conhecimento.

Nas cidades escolhidas para participar simultaneamente - Aracaju, Brasília, Novo Hamburgo, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São Luís e São Paulo - as participantes terão o período de 48h para criar um jogo digital ou analógico baseado no tema proposto pela organização do evento. Durante essa produção as mulheres poderão trocar contatos, ideias e expandir o conhecimento, portfólio e as relações com outras mulheres da indústria.

E pela primeira vez nesta edição a jam terá sede em 5 cidades da América Latina - Cidade do México, Sinaloa, Santiago, Lima e Bogotá, tornando a maior maratona feminina de criação de jogos da América Latina.

Para auxiliar as participantes no processo de criação, o Grupo de Alunas nas Ciências Exatas (GRACE) e o Fellowship of the Game disponibilizarão mentoras como Ana Ribeiro, Érika Caramello, Lia Pauli e Monique Novak.

Em São Paulo, a Women Game Jam acontecerá no Instituto Goethe de Cultura Alemã, localizado no bairro de Pinheiros. Para mais informações confira o site oficial do evento.