Faixa a Faixa| Fresno: Sua Alegria foi Cancelada

Texto por Guilherme Barros

Sabe aquela banda emo que embalou muita tristeza nos últimos 15 anos? Esse ano a Fresno lançou seu oitavo disco de estúdio, intitulado “Sua Alegria Foi Cancelada”, que traz muitas sensações do começo da carreira, mas sempre se mantém atualizada e inovadora nos sons. O álbum possui 10 faixas, parcerias com Jade Beraldo e o trio Paulistano Tuyo, nomes presentes nos ouvidos de muitos por ai. Algumas canções como “Natureza ao Caos” e “Convicção” entraram no disco, antes lançadas como singles. As outras participações estiveram presentes nos lyric vídeos, como Samira Close, Hel Mother e Maju Trindade. Nós da Indispensável ouvimos o disco e realizamos o faixa a faixa dessa semana.

1ª Faixa - O Arrocha Mais Triste do Mundo

Assim como o próprio nome já diz, essa música realmente lembra um arrocha, um pouco mais moderno e totalmente particular, letra bem encaixada e com uma profundidade muito interessante. A Fresno nesta faixa fala de amor e rejeição, descreve sobre as tentativas falhas por um certo alguém, o que nos gerou a duvida se essa letra não deixa claro que o personagem tem um pouco de baixa autoestima, além de negação ao envolvimento das pessoas, além é claro da desilusão amorosa.

" Só vai ser outra vez dentre um milhão de vezes que o mundo me disse não"

2ª Faixa - We'll Fight Together

A sensação que eu encontro nesta faixa é sua letra não estar ligada ao mundo amoroso, onde para a Fresno é um lugar comum e seu público acolhe bem. A questão da vez é política, ao falar da forma que o humano está inserido na sociedade, como funciona o sistema de caça e presa. Um ponto comum da banda é essa auto flagelação que está ligado a como os outros influenciaram na sua vida e isso é perceptível nesta letra e a guitarra, além dos vocais que são excepcionais.

"Se vamos todos pro inferno, então que seja por algo maior"

3ª Faixa - Isso Não É Um Teste

Isso não é um teste, algo que a letra percorre, trás um ponto de visão importante sobre tudo que passamos na vida e até mesmo na atual situação do nosso país, até onde a ficção é prejudicial e a realidade é deixada de lado. A faixa traz à tona a confusão que temos feitos entre a ficção, o mundo virtual e a realidade do dia a dia. Sonoramente a evolução da banda fica clara, onde a bateria e os demais instrumentos se encaixam com a voz do Lucas que toma pra si a rédea do espetáculo.

"Esses projéteis em nossa direção são frutos da nossa imaginação"


4ª Faixa - Natureza Caos

Essa faixa foi lançada em 2018 como single e foi bem recebida, Natureza Caos é tudo que a música fala, sobre aceitar que somos, por inteiro, defeitos e corpos. Fala sobre superar nossas inseguranças e observar os sentimentos do próximo.

"Tá tudo mal, mas tudo bem, eu sei que pra você também"

5 ª Faixa - Sua Alegria Foi Cancelada feat. Jade Baraldo

Da pra notar que a musica que autointitula o disco tem muito poder e muita força, além disso conta com a participação da Jade Beraldo que agrega muito com a voz belíssima e o ar de tranquilidade. Letra detentora de infelicidade e tristeza, essa música fala sobre amor, sobre o término das coisas, sobre aquela noite, no meio da madrugada que você acorda e toda a tristeza e sentimentos ruins veem a tona, além da esperança de dias melhores.

" Ouvi que se eu não desistir, vai passar, que se eu não pensar muito, vai sumir. Conforme o tempo passa, vai sarar, que se eu fechar os olhos, não tá mais aqui"

6ª Faixa - Convicção

Convicção é muito aquilo que todos precisam ter e está ligado ao social, essa letra trás muito disso, de aprendermos sobreviver e ter convicção de ser melhor. Essa faixa tem um teor menos sentimental e mais político, a sonoridade abusa dos riffs de guitarra bem característico do Fresno. Convicção foi uma faixa que fez parte da turnê do Natureza Caos e ganhou clipe dirigido por Michel Coeli e produção executiva de Gustavo Mantovani.

"Eu sempre segui o meu coração, uma ideia em ebulição. Essa corrente de alta tensão, não tenha culpa de ter convicção"

7ª Faixa - De Verdade

Aqui começa o lado B do disco, a sonoridade fica mais melancólica e particularmente eu me permito mais ao ouvir. De verdade tem um ponto importante, quando sentimos a exaustão do corpo e da mente, quando vimos que estamos em um limite e precisamos por para fora a verdade de nós, nossa vida tem que ser levada a sério.

" Eu jamais agi contra a vontade, eu jamais agi contra a vontade.
E hoje ainda cheio de defeitos, eu guardo essas marcas no meu peito
Pois são de verdade, e hoje ainda cheio de defeitos
Eu guardo essas marcas no meu peito, pois são de verdade"

8ª Faixa - Cada Acidente

Uma das músicas que mas me fez lembrar a fase inicial da banda, seu som mais dinâmico e de letras de fácil compreensão, ligada a liberdade e a exposição depois de dores sentidas. Trata da maneira como tudo que vivemos deixa marcas e gera histórias ou consequências. Tuyo, traz muita musicalidade pro disco, acrescentou um belo refrão que é particularmente deles e encaixou bem com a música.

" Somos acidente que bateu de frente. Ninguém planejou (eu nem lembrava, como que falava). Somos uma enchente, que o Sol jamais secou. "

9ª Faixa - Quando Eu Cai

De cara, minha música preferida do disco, sonoridade bem apresentada, a letra é forte e reflete o que a banda representa para os fãs, Lucas soube trazer sentimentos e alma de verdade na letra, sua tristeza é nítida, no fim você sente vontade de abraça-lo e dizer que tudo ficará bem. É a música mais longa do disco e de longe a que passa mais sentimento. A letra relata uma situação de tristeza e a sua libertação, como isso muda você por inteiro, o som vai aumentando e você sente a música te toca de verdade, lindo.

" Eu larguei meu escudo frente à multidão, eu expus meus segredos, meus defeitos e não. Eu não tenho mais medo, eu me fiz canção, o meu corpo é poeira, minha voz é trovão."

10ª Faixa - Eu Não Sei Lidar

Última faixa, encerrar o disco é algo que tem uma importância, como você quer terminar esse projeto?? Como as pessoas precisam sair do seu disco e ir para outro ou outras coisas na vida? Essa canção está perfeitamente ligada a responder essas perguntas, como isso foi construído tão bem. Eu não sei lidar é fechar o disco dizendo que você refletiu sobre tudo, passado, presente e como tem certeza de que pra frente terão mais vezes das mesmas emoções, como é vital é importante reconhecer sua própria história.

" Que guerra é essa? Que porra é essa?
A nossa natureza é o caos, por mais que eu tente
Inevitávelmente, a nossa natureza é o caos"

De modo geral, esse disco é bem construído e infelizmente não chega no ouvido da grande massa brasileira, ele representa um despertar de vários pensamentos e reflexões importantes para o ser humano. Acredito que é um dos melhores discos lançados esse ano, até o momento. Fresno, fez aqui um trabalho maravilhoso.