43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo: terá sessões de filmes nacionais gratuitas

As sessões acontecerão no Theatro Municipal durante os dias 18, 19 e 20 de outubro com a presença do elenco

Dentro da programação da 43ª Mostra Internacional de Cinema, o Theatro Municipal de São Paulo abrirá as portas para seis sessões de filmes nacionais, que serão exibidos durante os dias 18, 19 e 20 de outubro. O filme que abrirá a sessão é "A Vida Invisível", de Karim Aïnouz. O evento que tem parceria com a Spcine, terá seus ingressos distribuídos na Central da Mostra (no Conjunto Nacional) em um dia anterior ás exibições ou na bilheteria do Theatro Municipal uma hora antes de cada sessão.

A Vida Invisível, de Karim Aïnouz:

O filme ganhador do prêmio Um Certo Olhas no Festival de Cannes, se ia ambienta no Rio de Janeiro dos anos 40. Conta a história de Eurídice (Carol Duarte) e Guida (Julia Stockler), sua irmã mais velha. Ambas são obrigadas a seguir diferentes caminhos na vida por conta da vida dentro de um regime patriarcal rígido. O longa conversa sobre uma sociedade paternalista e conservadora que insiste em invisibilizá-las. A Vida Invisível abrirá a programação ás 20h30 da sexta-feira, dia 18 e terá a presença do diretor Karim Aïnouz, dos atores Fernanda Montenegro, Carol Duarte, Julia Stockler e Gregorio Duvivier.

Abe, de Fernando Grostein Andrade:

Filme protagonizado por Noah Schnapp (Stranger Things) e Seu Jorge, conta a história de um menino de 12 anos morador de Nova Iorque que ama gastronomia e é aprendiz de um chefe de cozinha brasileiro. O longa lida com o tema da união cultural, pois Abe (Noah Schnapp) usa da gastronomia para quebrar barreiras culturais e ideológicas que afastam a sua família. Abe será uma das sessões vespertinas e será exibido ás 16h do sábado, dia 19 e terá a presença do diretor Fernando Grostein Andrade e do ator Seu Jorge.

Três Verões, de Sandra Kogut:

Foi exibido durante o Festival de Toronto, tem Regina Cazé e Otávio Müller no elenco. O filme conta a história de Madá (Regina Cazé), uma mulher que trabalha de caseira num condomínio de luxo, de frente ao mar e dos barcos peculiares da elite carioca, onde mantém suas casas de veraneio. O filme se passa ao longo de três verões consecutivos (em 2015, 2016 e 2017), na época entre o Natal e o Ano Novo. A sessão de Três Verões será ás 21h do sábado, dia 19 e contará com a presença da diretora Sandra Kogut e os atores Regina Cazé, Otávio Müller e Gisele Fróes.

Turma da Mônica - Laços, de Daniel Rezende:

É o primeiro live-action baseado nos quadrinhos de Maurício de Souza, nele vemos nossos personagens favoritos : Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali, enfrentando desafios e vivendo grandes aventuras para resgatar Floquinho, o cachorro de Cebolinha que desapareceu. O filme também participará das sessões vespertinas ás 16h do domingo, dia 20 e você poderá dar um "oi" para o diretor Daniel Rezende e o quadrinista Maurício de Souza.

Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, de Bárbara Paz:

Premiado em Veneza, o documentário dirigido por Bárbara Paz fala sobre a vida de Hector Babenco. Apresentando relatos marcantes sobre as memórias, amores, reflexões, intelectualidade e a frágil condição de saúde de Babenco em seus últimos dias de vida, o documentário revela o amor que ele tinha pelo cinema e a motivação para se manter vivo até seus últimos dias. Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou será a última sessão da programação gratuita e será exibido as 20h30 do domingo, dia 20 e terá a presença da diretora Bárbara Paz, Myra Babenco e os produtores Caio Gullane e Fabiano Gullane.



Serviço:
Theatro Municipal de São Paulo
Praça Ramos De Azevedo, s/n - República, São Paulo - SP
Programação:
Sexta (18), 20h30: A Vida Invisível
Sábado (19), 16h: Abe
Sábado (19), 21h: Três Verões
Domingo (20), 16h: Turma da Mônica – Laços
Domingo (20), 20h30: Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou