Obras sobrenaturais que marcaram época na TV brasileira

Por Ruth dos Santos

Relembre as novelas que mexeram com a imaginação do público

O Brasil é o maior exportador de telenovelas no mundo, desde 1970. Referência no mercado, as telenovelas têm importância social, sendo reflexo de sua época e podendo mudar o modo de pensar de seu telespectador.

Para exaltar o maior exportador de cultura nacional, a indiespensável separou uma lista com novelas que exploram o gênero sobrenatural, mostrando outras facetas da nossa teledramaturgia. Veja a lista abaixo:

Vamp e Beijo do Vampiro

Antônio Calmon é o autor das novelas Vamp (1991) e Beijo do Vampiro (2003).  Duas tramas com elementos sobrenatural, que conquistaram o público. Vamp, fez um estrondoso sucesso no começo dos anos noventa. A novela apresentou a história da cantora Natasha (Claudia Ohana), uma mulher que vendeu sua alma para o conde Vladymir Polansk (Ney Latorraca), líder dos vampiros, em troca de sucesso. Arrependida, Natasha tem que destruir o conde Vladymir Polansk para se livrar de sua maldição.

Vinte anos depois, Antônio Calmon resolveu escrever outra trama protagonizada por vampiros, novela protagonizada por Kayky Brito. Beijo do Vampiro contava a história de um adolescente, que ao completar 13 anos descobre ser um vampiro e tem sua vida virada de ponta cabeça. Divertida, a novela 2003 conquistou as crianças, mas não fez o mesmo sucesso que Vamp.

Indomada

Escrita por Aguinaldo Silva, Indomada (1997) é um dos projetos mais bem-sucedido do autor. Com abordagem de realismo fantástico, a novela narrava a vida dos moradores da cidade fictícia Greenville. Onde as mulheres da região eram aterrorizadas pela figura conhecida como Cadeirudo. Sendo um dos grandes destaques da trama, Cadeirudo andava de um jeito peculiar e atacava as mulheres em noite de lua cheia. Apenas no último capítulo, depois de muito suspense e muita especulação por parte do público, foi relevada a verdadeira identidade do Cadeirudo.  

Saramandaia

Novela de Dias Gomes, um dos maiores dramaturgos do Brasil, Saramandaia (1976) mexeu com a imaginação do telespectador. Em meio da ditadura militar, Dias Gomes estabeleceu o gênero de realismo fantástico em telenovelas e abordou questões políticas, socioeconômicas e culturais. Sendo um grande clássico da teledramaturgia brasileira, Saramandaia ficou marcada pelos seus personagens exóticos: Um professor que vira lobisomem em noite de lua cheia; Uma jovem que causa incêndio por onde toca e causa queimadura em quem toca; Um homem corcunda que escode um par de asas; Uma mulher que come até explodir.

O Fim do Mundo

Última novela de Dias Gomes, O Fim do Mundo (1996) se passa na cidade fictícia Tabacópolis. A cidade do interior da Bahia tem um vidente, que prevê o fim do mundo e coisas bizarras começam acontecer na região e os moradores acreditam que o apocalipse está próximo. Com cenas aterrorizantes, a novela O Fim do Mundo questiona “o que você faria se o mundo acabasse?”.

Próxima Vítima

Trama de gênero policial, Próxima Vítima (1995) é verdadeiro thriller. No meio de muito romance, traição e conflitos familiares, a novela escrita por Silvio de Abreu tinha como fio condutor assassinatos misteriosos. Sucesso de crítica e público, a novela parou o Brasil por 205 capítulos, fazendo o país se perguntar “quem é o assassino? ”, “quem é a próxima vítima?” e “por que?”. No final da trama, foi relevado que o assassino em série era o personagem vivido por Cecil Thiré, o Adalberto, e os assassinatos eram queima de arquivo.

Caminhos do Coração - Os Mutantes

Maior sucesso da Rede Record, Caminhos do Coração (2007) foi a primeira temporada da novela que conquistou crianças, adolescentes e adultos. A trama acompanhava Maria (Bianca Rinaldi), uma mutante que se torna foragida da polícia e outros humanos geneticamente modificados com superpoderes. O autor da novela, Tiago Santiago, assume que trama foi inspirada em Saramandaia, obras de Alfred Hitchcock e Agatha Christie, e filmes como Jurassic Park e King Kong.